Qual o melhor piso para colocar na cozinha? Tome a decisão correta

Entre tantas opções de pisos que podemos escolher no mercado, como saber o melhor piso para colocar na cozinha? Atualmente, mesmo com tantos pisos de diversos tamanhos, materiais e cores, […]

LER MAIS

Como Declarar Um Imóvel No Imposto De Renda

Inicialmente, quando assunto é declarar um imóvel no Imposto de Renda, todos se assustam. O medo de errar no leão sempre ronda aqueles quem tem algum bem para declarar. Ainda […]

LER MAIS

5 vantagens de morar em condomínio fechado

As vantagens em morar em um condomínio fechado tem chamado atenção de novos compradores. Ainda mais em nosso país, em que qualquer lugar que tenha o mínimo de restrição e […]

LER MAIS
11 de novembro de 2020

Conheça a Lei do Inquilinato

Postado por Jamaica Imóveis em 11/nov/2020 - Sem Comentários

Qualquer contrato de locação realizado no Brasil, tem como base a Lei Federal nº 8.245/91, mais conhecida como Lei do Inquilinato. Sua última alteração foi feita em 2012 e é por meio dessa lei que são definidos os direitos e deveres que cabem às partes envolvidas em uma transação desse tipo.

Confira, com este artigo, algumas das principais questões tratadas na Lei do Inquilinato.

 

Recebimento do imóvel em perfeito estado

 

O imóvel deve ser entregue ao inquilino, dentro das condições adequadas ao uso a que se destina. Caso isso não ocorra, ele pode solicitar rescisão de contrato junto a imobiliária.

Justamente para evitar esse tipo de situação, as imobiliárias fornecem um laudo de vistoria prévia em que são registradas as condições iniciais do imóvel.

 

Indenização em casos de reformas e benfeitorias

 

É direito do locatário ser ressarcido caso tenha que realizar reparos de benfeitoria necessária após ao assumir o imóvel.

A lei define como benfeitoria necessária as reformas estruturais, entre elas instalações elétricas, reparos no encanamento, entre outras.

 

Direito de preferência

 

O locatário tem direito de adquirir o imóvel, em igualdade de condições com um terceiro, caso o locador decida colocá-lo à venda, sendo assegurado a ele preferência na negociação.

De acordo com a lei, o locatário tem trinta dias para exercer seu direito de preferência, e caso não o faça, será considerado que ele abriu mão do direito de compra.

 

Pagar o aluguel e outras despesas de locação com pontualidade

 

O locatário deve estar sempre em dia com o pagamento do aluguel, condomínio e outras despesas de locação.

Caso haja atrasos, deverá prevalecer o que foi determinado na contratação, podendo ainda o locatário sofrer ação de despejo.

 

Pagar as despesas de serviços contratados

 

Os serviços contratos, como telefone, luz e demais, dentro da categoria de contratação, passam a ser de responsabilidade do locatário a partir do início de sua estadia no imóvel.

É necessário, também, realizar a substituição de titularidade de todas as contas para que elas estejam no nome do inquilino.

Por: Jamaica Imóveis

0 Comentários

Deixe o seu comentário!