Susto com o boleto do IPTU? Taxa do lixo desvinculada “muda” o valor.

 

Proprietários de imóveis em Curitiba se assustaram com o valor impresso nos carnês do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) recebido este ano. Isso porque, além do reajuste do imposto aprovado em dezembro pela Câmara Municipal, a partir deste ano a Taxa de Coleta de Lixo (TCL) está desvinculada do imposto predial, embora ambos sejam pagos juntos. A intenção é zerar o déficit de cerca de R$ 80 milhões no pagamento ao serviço de coleta com a inclusão de mais contribuintes, de acordo com cálculos da prefeitura. A previsão para o custo de coleta em toda a cidade este ano é de R$ 209 milhões.

Aprovado em dezembro do ano passado pelos vereadores, o imposto predial sofreu reajuste de 4% para imóveis com edificação e 7% para terrenos vazios. Assim, considerando projeções do mercado financeiro para a inflação do período entre novembro de 2016 ao mesmo mês de 2017, os proprietários de imóveis com edificação se veem diante de um acréscimo total de aproximadamente 7% sobre o que foi pago no ano passado. Para os espaços onde não há construção, o acréscimo é de cerca de 10%.

A TCL continua incluída e discriminada no boleto do IPTU, e a operação de pagamento permanece a mesma. Com a desvinculação da taxa, os imóveis residenciais passam a pagar R$ 275,40 e os não residenciais, R$ 471,60. Os valores são os mesmos já praticados no ano passado, informa a prefeitura. Para efeito de avaliação, o município considera a taxa residencial para o imóvel que gera até 600 litros de resíduo por semana.

Até o ano passado, havia um limitador relativo à taxa de lixo paga pelos proprietários. Ele impedia que o valor da taxa fosse maior que o cobrado pelo IPTU; assim, quem pagava R$ 50 de imposto predial, por exemplo, desembolsava outros R$ 50 para o serviço de coleta. “Com essa limitação, alguém estava pagando a diferença”, explica Sérgio Luiz Primo, diretor do departamento de Rendas Imobiliárias da prefeitura. “Era o município. Chegamos em 2017 com um déficit de R$ 80 milhões no serviço de coleta de lixo”, informa.

Como o valor arrecadado ficava abaixo do custo do serviço, Primo acrescenta que o município precisava tirar recursos destinados a outras áreas para que o serviço não fosse interrompido. Segundo números da prefeitura, no ano passado, foram arrecadados R$ 120 milhões para um serviço que custa R$ 200 milhões.

Isentos passam a pagar

Segundo informações publicadas no site da prefeitura, como historicamente IPTU e taxa do lixo eram cobrados juntos, os descontos e imunidades relativas ao imposto acabavam incidindo também na taxa. A isenção é concedida a proprietários de imóvel simples – de até 70 metros quadrados de área construída, padrão simples de acabamento e valor venal de até R$ 140 mil, e edificações construídas pela Cohab, incluindo as do programa Minha Casa Minha Vida -, mais clubes, igrejas, associações e imóveis públicos. Somados, informa a prefeitura, somam 450 mil imóveis em Curitiba, ou mais da metade de total.

Para esses, o desconto da taxa variava, de acordo com cada caso, desde 1% da taxa até a isenção total da cobrança do serviço. Agora, os imóveis isentos também passam a pagar pelo serviço. No caso dos imóveis simples, os proprietários vão pagar 50% dos R$ 275,40.

“Para que seja possível fazer a composição dos valores, ou se aumenta demasiadamente o valor da taxa ou se traz mais contribuintes para a lista. Foi escolhida a segunda opção, a mais viável”, detalha. “O imposto é gradual de acordo com o patrimônio: quem tem patrimônio maior, imóvel que vale milhões, por exemplo, paga IPTU mais elevado. A taxa é a remuneração pelo serviço prestado”, acrescenta o diretor.

Uma dificuldade de compreensão que a prefeitura informa já ter identificado nos questionamentos que tem recebido se refere à distribuição da cobrança dentro dos imóveis. Segundo Primo, se até o ano passado a taxa estava limitada ao valor do IPTU, hoje ela incide por unidade dentro do imóvel. “Se há um valor acima de R$ 275,40 no imóvel, é sinal de que tem mais de uma residência no local”, esclarece.

Como pagar

O pagamento integral – IPTU mais taxa de lixo – pode ser feito à vista, com desconto de 4%, até o dia 9 de fevereiro. Ou em até dez vezes, com parcelas mínimas de R$ 20, também para o valor total do boleto. A operação de pagamento é uma e só com o documento incluindo as duas cobranças.

A prefeitura informa que não haverá alteração de valor da taxa de lixo para quem já pagava integralmente pelo serviço no ano passado. Já sobre o IPTU, incide reajuste anual.

Fonte: Gazeta do Povo

 

Último
Valores de Aluguéis – Visão do Investidor e do Locatário
Investidores Imobiliários sempre estão correndo atrás
Investidores Imobiliários sempre estão correndo atrás
maio 15, 2017

Investidores sempre estão correndo atrás de ótimos valores com potências visíveis.
Para o ramo imobiliário os corretores devem estar espertos e sempre de olho nos angariamentos a fim de oferecer as melhores oportunidades a esses profissionais do mercado de investimento imobiliário.

Principalmente neste período de pouco investimento, os profissionais dessa modalidade querem assumir o menor risco possível em seus investimentos. Confiar no agente imobiliário é um comportamento a ser adquirido na hora de investir. O Ecossistema neste ramo de negócios deve-se muito a confiança do investidor com a profissional de corretagem em oferecer as melhores oportunidades com a intenção de obter lucros com velocidades maiores.

Investidores são pessoas amantes das informações. Quanto mais informações precisas e vindas ao momento certo, será de muito proveito. Essas informações podem ser qualquer fato onde, em algum momento, pode ser usada a tomada de decisão. O corretor deve entregar esta informação na hora, sendo ela de muita valia. Isso vai depender do feeling do corretor. Mas o que são essas informações? Quase tudo.

Vamos pensar que o corretor soube de antemão sobre uma licitação de uma obra que se concretizará em algum bairro da cidade onde a região será valorizada. Uma praça, um posto de saúde, em ambiente político. Ou em ambiente coorporativo do projeto de um novo Shopping Center a ser instalado no bairro da oportunidade proposta.

Na atualidade, essa é a grande oportunidade de investidores estarem procurando seu corretor de confiança para investir. Os preços estão mais flexíveis e onde quem estiver com “gordura” financeira, obterá os melhores valores na negociação.

0
Caixa econômica suspende novamente o crédito barato para compra de imóveis.
4 dicas importantes antes de colocar seu imóvel para alugar
4 dicas importantes antes de colocar seu imóvel para alugar
maio 2, 2017

Muitas famílias possuem alguns imóveis onde talvez estejam vazios ou até mesmo emprestados a amigos que por qualquer razão, estão ocupando o imóvel sem que este esteja gerando renda ou riqueza aos seus proprietários.  Nesses tempos conturbados, a renda passa por sangrias e os cortes de gastos tornou-se uma constante dentro dos orçamentos familiares. Interessante é se voltar para as prioridades e começar e criar rendas de onde antes não era pensado com o devido cuidado.

Usar os imóveis parados, ou vazios, até mesmo emprestados gera renda e traz benefícios para família.

Vamos citar agora 4 dicas importantes antes de você procurar uma imobiliária a fim de uma locação profissional e segura. A Jamaica Imóveis oferece os serviços contidos nas dicas ajudando assim o proprietário neste momento de dúvidas e incertezas referente aos assuntos da locação.

1- Mantenha sempre seu imóvel em perfeito estado. 

Sim, temos a clara convicção que um imóvel parado requer procedimentos de conservação permanentes. Rodapés estragados, pisos em má conservação, paredes manchadas, espelhos dos interruptores velhos e antiquados são alguns exemplos de como algumas ações simples podem fazer toda a diferença para o processo de locação do imóvel. Reduzindo assim o tempo de espera entre colocar para locar e ser efetivamente locado agradando o visitante no momento da visita.

 

2- Invista nas Benfeitorias

Sempre se ater muito no estilo do imóvel e qual benfeitoria pode ser feita com a intenção de aperfeiçoar e conservar o imóvel. Trabalhar com produtos de qualidade e durabilidade trará menos transtorno quando o inquilino devolver o imóvel por que as benfeitorias ainda estarão intactas e bonitas. Pisos resistentes, torneiras e pias colocadas, balcões ou armários embutidos são alguns exemplos onde aumentarão a velocidade de locação deste imóvel.

3- Maximizar a divulgação.

Empresas sérias no setor imobiliário já possuem um sistema e boas práticas de divulgação de imóveis. A Jamaica Imóveis realiza o trabalho de divulgação nos grandes portais de divulgação. Além de um trabalho de marketing próprio aumentando ainda mais as possibilidades de entregar sob medida com as características perfeitas para ambas as partes.

 

4- Seja Flexível e tenha preços competitivos.

Dependendo da sua necessidade do valor do aluguel começar a incorporar a renda mensal e familiar, é interessante ter flexibilidade. Porque muitas vezes o inquilino é perfeito para o imóvel e por algum detalhe monetário de pouco valor pode estar interrompendo o fechamento do negócio. Por isso às vezes para conseguir locar o mais rápido possível o imóvel é interessante ter bom senso na hora de negociar a locação e sempre praticar preços de acordo com o momento atual do mercado.

Maurício Roriz

0
Preços dos aluguéis permanecem em queda
Cooktop: Sua cozinha mais moderna e prática.
março 23, 2017

A cozinha é um dos ambientes que está cada vez mais moderno. Os eletrodomésticos estão ficando cada vez mais tecnológicos e um deles que mudou bastante conforme os anos foi o fogão. Hoje estamos vivendo a ascensão do fogão de cooktop. Por ser algo ainda novo no mercado, as pessoas acabam tendo dúvida sobre se realmente vale a pena investir em um.

Aqui vamos falar um pouco e dar umas dicas para seu uso.

 

Antes de começarmos a falar propriamente do Cooktop, vamos te mostrar a diferença entre ele e o fogão convencional. A sua diferença é que o tradicional é formado por mesa e o forno, além disso, ele pode ficar solto ou embutido nos móveis planejados. Já o cooktop conta apenas com mesa e ele necessita ficar sob uma bancada previamente planejada para ele. Tanto o forno elétrico, quanto o cooktop precisam de um mobiliário planejado e específico para eles.

 

Dos tipos de Cooktop

Os tipos de cooktops variam de acordo com suas fontes de calor. Há os modelos à gás que são adaptados para usar o GLP, ou gás de botijão. Há também os modelos elétricos e por indução.

 

De todos os modelos, o que merece mais atenção é o de indução, pois eles não funcionam em qualquer tipo de panela. Obrigatoriamente as panelas que servirão para o fogão de indução são as de materiais magnéticos, com fundo de ferro fundido ou aço multicamadas.

 

Instalação do cooktop

Há modelos que precisam ser ligados diretamente na rede elétrica e com uma fiação específica para ele. A bancada precisa ter entre 30 e 60 milímetros no mínimo. Além disso, é imprescindível que a bancada seja resistente ao calor, como granito,mármore, silestone etc. É importante você estar a par de todas essas especificações para planejar adequadamente sua cozinha.

 

Consumo de energia dos cooktops

Se você escolher um cooktop a gás, terá a vantagem de poder utilizar fósforos caso falte energia. Ao contrário dos modelos por indução e energia, pois seu funcionamento depende totalmente da energia.

 

Mas no geral, o Cooktop ainda é uma excelente escolha para quem quer uma cozinha moderna, pratica e atual. Trazendo charme e elegância para seu ambiente.

Fonte:Viva Decora

0
Primeiro 34567 Último
Siga a Jamaica Imóveis nas Redes Sociais

«fevereiro de 2018»
segterquaquisexsábdom
2930311234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627281234
567891011